Forte Cinco Pontas

Originalmente feito de taipa, foi construído em 1630 pelos holandeses, por determinação do Príncipe de Orange Frederik Hedrik, tendo como seu idealizador o comandante Teodoro Weerdemburgh. Chamou-se, portanto, primeiramente, de Forte Frederico Henrique. Os portugueses, por sua vez, o chamavam de Forte das Cacimbas, já que se situava em uma área próxima às cacimbas de água potável de Ambrósio Machado, um abastado senhor de engenho. Em 1677, a fortaleza foi totalmente destruída e, depois, restaurada por Fernandes Vieira. Dessa vez, reconstruído com apenas quatro pontas. No também denominado Forte de São Tiago, por ter em seu interior uma capela dedicada a São Tiago Maior, encontra-se um monumento em homenagem a Frei Caneca, líder da Confederação do Equador. Hoje, abriga o Museu da Cidade do Recife e o Teatro do Forte.